segunda-feira, 26 de junho de 2017

Tipos de Armas e seu Ferimentos

A Importância de conhecer armas e seus potenciais destrutivos



                                            Hoje estaremos abordando os tipos de armas em relação ao dano que elas promovem, bem como os danos por elas gerados.  Se pensarmos em questões como auto defesa, nada melhor do que conhecer a extensão de danos, que nosso corpo pode sofrer  ao ser golpeadas com determinado tipos de instrumentos, ou mesmo o nível de estrago que podemos estar aplicando em nossos agressores. Através desse conhecimento fica mais fácil entender a amplitude de ferimentos que podem causar tanto armas propriamente ditas, como facas e arma de fogo, bem como armas improvisadas.
                                           Então vejamos a classificação dos instrumentos segundo o contato a ação e as características de suas respectivas lesões:


1 – Instrumentos Cortantes: como o próprio nome sugere são instrumentos que causam ferimentos  incisivos ou seja causa cortes em contato com as vitimas, por meio de pressão e deslizamento sobre os tecidos,  como por exemplo faca, navalha, estilhaço de vidro, bisturi e lâminas no Geral. A Hemorragia  é abundante, geralmente apresenta cauda de escoriação no término da lesão.





2 – Instrumentos contundentes: provocam ferimentos contusos que são lesões por meio do impacto numa determinada parte do corpo, batendo ou chocando: Cassetete, tonfa, soco inglês, caibro, martelo, explosão, mão entre outros. O resultado da ação desses instrumentos vai  depender da intensidade do seu movimento, de sua dinâmica traumatizante bem como a região atingida do  corpo.




3 – Instrumentos Perfurantes: São aqueles com predominância pelo comprimento, causam ferimentos punctórios, ou seja causa, perfurações ou pressão  nas vitimas em determinado ponto, raramente tem sangramento externo , exemplo:  agulha, prego, furador de gelo etc.

                                              Ferimento causado com picador de gelo



4 – Perfuro Cortantes: Estes instrumentos além de Perfurar eles também cortam, penetrando com a ponta e cortam com suas bordas afiadas, causando ferimentos perfuro incisos, exemplo: faca, canivete, punhal, espada, estilete, peixeira e outros.




5 – Perfuro Contundentes: Estes geram ferimentos perfuro contusa, Lesões que causam, ao mesmo tempo, perfuração e ruptura dos tecidos, com ou sem laceração e esmagamento dos mesmos, como características tais ferimento possuem bordas irregulares; predominância de profundidade; caráter penetrante ou transfixante. Como exemplo podemos citar|: lança, ponteira de guarda-chuva, bem como projéteis de armas de fogo.









6 – Corto Contundente,: causam ferimentos Corto contusos por ação de pressão pressão e percussão ou deslizamento. A lesão é gerada  pelo próprio peso e intensidade do manejo da arma, do que pelo gume de que são dotados , são lesões se graves, fundas, resultando  nas mais variadas formas de ferimentos, inclusive até mesmo fraturas. Nesta categoria temos machado cutelo, enxada, facão, foice, dentes.



7 – Lácero contundentes: nestes temos os ferimentos lacero contusos, pois há o esmagamento e laceração dos tecidos, atropelamento por exemplo.


                                                   Ferimento Lacero Contundente






                                           Com essa lista fica mais fácil a identificação da ação de instrumentos que são usados como armas bem como suas consequências, agora para um pequeno exercício vamos pegar objetos do dia a dia, caneta, cadeira um vaso e vamos fazer a sua classificação.






                                                                                                                Marcos Ribeiro




Obras recomendadas:

Livro de Medicina Legal Gregory Chawlovisk


Visite:

 Nossa Pagina no Facebook: https://www.facebook.com/Centro-de-Estudo-MARS-de-Sobreviv%C3%AAncialismo-Urbano-1875281059463299/

Canal no Youtube:  https://www.youtube.com/channel/UCEmNGAYXRKLYfpYUmBXvrsg

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário